Juiz Odilon de Oliveira Juiz Odilon de Oliveira

É melhor correr o risco de salvar um homem culpado do que condenar um inocente.“

057320681700e3cd

Enforcamento em prisões

27 de janeiro de 2017

Além das chacinas praticadas nas prisões, outra maneira de a facção PCC afrontar o Estado e as autoridades brasileiras consiste em assassinatos mediante enforcamento. Normalmente as autoridades penitenciárias se esforçam para convencer de que se trata de suicídios. São assassinatos mesmo, que viraram rotina.

É o PCC fazendo justiça com as próprias mãos, implantando, de fato, a pena de morte. São alvos dessa selvageria também estupradores.

E para desmentir o Poder Público, o PCC passou a gravar os enforcamentos e a fazer circular os vídeos na internet. É para que ninguém tenha dúvida do que essa organização é capaz de fazer.

Outro meio de afronta ao Estado brasileiro são os ataques externos a bens, particulares e públicos. Disparos contra delegacias, fóruns, sedes do Ministério Público etc.

As autoridades penitenciárias deveriam reconhecer, publicamente, como fez o governo do Rio Grande do Norte, que as prisões estão dominadas pelo PCC. Aliás, o próprio Brasil deveria confessar que se tornou um país vencido na área da segurança pública.

Odilon de Oliveira é juiz federal criminal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*